KETAMINA OU SPECIAL K - DROGAS SINTÉTICAS.

Fonte Nilo Munn / www.sobriedade.tripod.com

A Ketamina e um anestésico de uso veterinário que deixa a pessoa relaxada. O uso pode provocar paradas cardíacas e respiratória.
Entre as drogas sintéticas talvez a mais assustadora, seja a Ketamina, também conhecida por Special K. Por incrível que pareça, trata-se de um anestésico veterinário para animais, como cavalo e cachorro.
A substância existe há mais de cinqüenta anos como anestésico, mas só agora começa a virar mania entre os jovens. Ninguém sabe exatamente como a moçada descobriu que, ao inalar o pó que sobra da evaporação do remédio, chega-se a um “barato” semelhante a uma bebedeira. Só que sem ressaca. No entanto, a viagem pode não ter volta.
O psiquiatra paulista Durval Nogueira Filho alerta: “Se ela pode derrubar um leão, imagina o que não faz com o ser humano. Essa sensação de dormência pode ser o início de um processo no qual até as vias respiratórias ficam anestesiadas e provocam a morte”, diz.
Em princípio, qualquer um pode ter acesso à Ketamina. Lojas de agropecuária que deveriam vender a substância somente a veterinários ou portadores de receita, na prática, não o fazem. Vendem para qualquer pessoa ao preço médio de R$ 20,00 a R$ 30,00. E assim o consumo cresce cada vez mais.
Um dentista paulista, trinta e quatro anos, experimentou o Special K, pela primeira vez, no último réveillon, com uma turma de amigos. Desde então, ele já usou a droga, por conta própria, mais de quarenta vezes. “Sei quais são as lojas que vendem sem receita e sempre volto nelas quando quero comprar mais”, diz.
A onda da Ketamina veio da Inglaterra. Seu auge foi há dois anos, época em que o anestésico era uma das drogas mais usadas nas squart parties – do inglês, “festas sujas” –, espécie de raves ilegais onde o principal objetivo da moçada é se drogar. “Era deprimente ver todo mundo largado no chão, sem o menor controle dos corpos”, conta a promoter paulista Betty, vinte e sete anos, que vive em Londres. Apesar de avessa às squart parties ela também costuma usar o Special K.
O cenário preferido das drogas da moda parece ser sempre a vida noturna..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque