O QUE LEVAM A ABUSO OU DEPENDÊNCIA?

FONTE: IVAN MARIO BRAUN.


ÁLCOOL
Estudos conduzidos nos Estados Unidos na década de 1980 apontam que cerca de 8% dos adultos preencherem critérios para caracterizar dependência de álcool em algum momento da vida e aproximadamente 5% apresentam abuso de álcool. Estudos sobre adultos não institucionalizados entre 15 e 54 anos, conduzidos na década de 1990, relatam que 14% destes em algum momento da vida preencheram critérios característicos da dependência de álcool.

ALUCINÓGENOS
As drogas alucinógenas são aquelas cujo uso freqüentemente causa alucinações, levando a pessoa a ver (as mais comuns), ouvir, cheirar, sentir o gosto ou o contato de coisas que não estão presentes. Além das alucinações, essas drogas causam várias alterações psíquicas. Fazem parte desse grupo o ergot e seu principal derivado, o LSD, assim como a mescalina e o MDMA (também conhecido como ecstasy). Ainda que, de modo geral, apresentam baixo potencial de dependência, os alucinógenos podem causar diversos outros problemas tão graves quanto a dependência.

ANFETAMINAS E SUBSTÂNCIAS TIPO ANFETAMINA
São a anfetamina, a dextro-anfetamina, a metanfetamina (speedball), o metilfenidato e agentes supressores do apetite. Uma forma muito pura de metanfetamina é chamada de ice, em razão da aparência de seus cristais quando observados sob um instrumento de ampliação. O khat, extraído de plantas e muito usado em alguns países – por exemplo, no Iêmen -, também se inclui nesta categoria.

ANSIOLÍTICOS, SEDATIVOS E HIPNÓTICOS
Geralmente produzidos para uso médico, a fim de induzir e manter o sono, o relaxamento muscular ou tratar a ansiedade e a epilepsia. Os benzodiazepínicos e os barbitúricos são os principais representantes e também os mais abusados. Ex: Diazepam, Flunitrazepam, Lorazepam, Midazolam, Cloxazolam e Clordiazepóxido; na bula da medicação e no dicionário de especialidades farmacêuticas, sempre consta se ela foi classificada como benzodiazepínicos. Há indivíduos que abusam de drogas anti-histamínicas (normalmente te aplicadas como antialérgicas), que também possuem propriedades sedativas.

CAFEÍNA
Encontrada no café, no chá preto, no chá mate, em refrigerantes com nome de “cola” e de guaraná, no guaraná, no ginseng e em comprimidos para resfriados e enxaqueca. Quantidades menores são encontradas no cacau. Embora alguns indivíduos apresentam vários sintomas de dependência de cafeína, o baixo 9ou inexistente) grau de prejuízo torna questionável se a cafeína pode ou não causar transtorno de dependência.

CANABINÓIDES
Derivados da planta cannabis sativa, destacando-se a maconha, produzida a partir de pedaços da planta – geralmente fumada na forma de cigarros -, e o haxixe, obtido da resina.

COCAÍNA
É extraída da planta coca e consumida de diversas formas: por exemplo, folhas da planta e cloridrato de cocaína (do qual são feitos também o crack e a merla).

DROGAS PROJETADAS OU CLUB DRUGS.
Trata-se de drogas sintéticas produzidas em laboratórios, com o fim de comercialização ilegal. Muitas vezes, são drogas produzidas primeiramente num contexto de pesquisa cientifica e depois copiadas por químicos do submundo. Por essa razão, alguns autores preferem o nome de party drugs (drogas de festas) ou club drugs (drogas de boates), para tirar a conotação de drogas projetadas especificamente para “dar barato”. Seus principais exemplos são:
A-) Os congêneres do opióide sintético fentanil;
B-) O congênere da meperidina MPPP e seu contaminante tóxico MPTP;
C-) A MDMA (ecstasy) e algumas feniletilaminas análogas;
D-) O 4-metilaminorex (u4euh) e seu análogo precedente, o aminorex;
E-) A metcatinona (efedrona), às vezes chamadas de cat ou Jeff;
F-) O GHB, ácido gama-hidróxi-amino-butírico, também chamado no jargão dos usuários de Ecstasy liquido.

ESTERÓIDES ANDROGÊNICOS ANABOLIZANTES
São drogas com ação semelhante à do anabolizante natural testosterona, produzido nos testículos.

FENCICLIDINA E SUBSTÂNCIAS TIPO FENCICLIDINA
Conhecida também como PCP ou pó-de-anjo, quetamina e tiofeno (TCP), trata-se de uma droga causadora de vários problemas, mas que possivelmente produz pouca ou nenhuma dependência.

INALANTES
São substancias que contem moléculas chamadas de hidrocarbonetos alifáticos e aromáticos. Presentes na gasolina, em colas, solventes e tintas em aerossol, assim como em materiais limpadores, líquidos corretores para datilografia e propulsores de spray. Fazem parte deste grupo também os anestésicos gasosos.

NICOTINA
Encontrada nas diversas formas do tabaco, tem como principais produtos: cigarros, fumo de corda, rapé tabaco para cachimbo, charutos, gomas de mascar e adesivos de nicotina (estes dois últimos destinados ao tratamento da dependência da nicotina).

OPIÁCEOS E OPIÓIDES
Derivados da papoula, como morfina, codeína, tebaína e ópio; substancias semi-sintéticas (heroína, oxicodona, hidroxicodona, oximorfona e hidroximorfona) ou sintéticas (metadona, meperidina, petidina, fentanil) assemelhadas a estas. Os analgésicos opiáceos e opióides atualmente fazem parte das drogas mais abusadas, nos estados unidos, sendo ultrapassadas apenas pela maconha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque